13.8.18

SALTO ORNAMENTAL


O suor escorria pela sua testa.
Muito.
Gotas grandes e pesadas.
E a plataforma era alta.
Bastante alta.
Bastante o suficiente para dar medo.
Muito.
E o suor?
Bem, ele ainda estava lá.
E ela sabia que deveria ter toda a técnica, plasticidade e flexibilidade que não teve ao longo de todo o tempo de relacionamento com ele.
Ao longo dos últimos meses.
Ao longo dos últimos meses.
O suor escorria pela sua testa.
Muito.
Gotas grandes e pesadas.
E a plataforma era alta.
Bastante alta.
Bastante o suficiente.
Lágrimas?
Bem, elas também estavam lá.
Também estavam lá.
Junto com ela sobre uma plataforma em uma manhã de domingo diante de desconhecidos.
Sem plasticidade.
Sem flexibilidade.
Com dor no coração.
O suor escorria pela sua testa loira.
E ela respirou fundo.
Como em um passe de mágica ela virou o olhar e ele estava lá.
Na platéia.
Apenas na platéia.
Lindo e com um sorriso.
Dedos cruzados.
O suor escorreu ainda mais por sua testa.
Muito.
E a plataforma era alta.
Bastante alta.
Bastante o suficiente.
Ela saltou.
Perfeita.
E a água fria a apanhou de jeito.
Água e lágrimas. A combinação perfeita.
Ninguém percebe nada.
E quando ela acabou e saiu da água ele ainda estava lá.
Lindo e com um sorriso.
Dedos cruzados e flores na mão.
O suor escorreu ainda mais por sua testa.
Ainda mais.
Técnica?
Flexibilidade?
Plasticidade?
Não.
Nada disso.
Apenas um sorriso, amor e a vontade de saltar ainda mais e mais.
Mais e mais...

“Salto ornamental é um esporte que consiste em saltar de uma plataforma elevada em direção à água, realizando movimentos estéticos durante a queda. É um esporte de grande técnica, plasticidade e flexibilidade. 

A plataforma fixa pode ter até 10 metros de altura, em relação à piscina, que deve ter no mínimo quatro metros de profundidade. O saltador é avaliado nos seguintes aspectos: criatividade, destreza, rigor na execução do salto previsto, simetria, cadência dos movimentos, entrada na água.




Nenhum comentário: