Pular para o conteúdo principal


COMEÇO, MEIO E SORRISOS

POR FAVOR, USE OS HEADPHONES
(FIRE INC. – TONIGHT IS WHAT IT MEANS TO BE YOUNG)


Ela estava cansada. Cansada demais de tanto quebrar a cara. Cansada demais de tanto chorar. Cansada demais de tanta indiferença. Cansada demais. Apenas cansada demais. Mas, no fundo, bem lá no fundo, ela estava orgulhosa por, ao menos, estar tentando ser feliz. Estar tentando ter alguém, estar tentando encontrar o caminho, estar tentando sorrir, estar... tentando. É difícil isso – ela pensou – Difícil e sofrido, mas tem valido a pena – continuou.

E no seu quarto, naquela noite de verão insuportável, entre as gotas de suor, as fotos jogadas na cama, os bilhetes mal escritos pelos idiotas, as declarações de amor nada sinceras lançadas na sua face de uma forma absolutamente leviana, as suas memórias, as xícaras sujas de capuccino, os seus livros e os seus discos, ela decidiu que mesmo com o passar de todos esses anos, ela ainda iria continuar tentando. Ainda que morresse por isso. É isso o que significa ser jovem – pensou com um sorriso – E é exatamente isso o que quero para a minha velhice: ser jovem e ser feliz...




Tonight is what it means to be young
(Fire Inc.)

I've got a dream 'bout an angel on the beach
And the perfect waves are starting to come
His hair is flying out in ribbons of gold
And his touch has got the power to stone
I've got a dream 'bout an angel in the forest
Enchanted by the edge of a lake
His body's flowing in the jewels of light
And the earth below him's starting to shake

But I don't see any angels in the city
I don't hear any holy choirs sing
And if I can't get an angel
I can still get a boy
And a boy'd be the next best thing
The next best thing to an angel
A boy'd be the next best thing

I've got a dream 'bout a boy in a castle
And he's dancing like a cat on the stairs
He's got the fire of a prince in his eyes
And the thunder of a drum in his ears
I've got a dream 'bout a boy on a star
Looking down upon the realm of the world
He's there all alone and dreaming of someone like me
I'm not an angel but at least I'm a girl

I've got a dream when the darkness is over
We'll be lying in the rays of the sun
But it's only a dream and tonight is for real
You'll never know what it means
But you'll know how it feels
It's gonna be over (over)
Before you know it's begun
(Before you know it's begun)

It's all we really got tonight
Stop your crying hold on (tonight)
Before you know it it's gone (tonight)
Tonight is what it means to be young
Tonight is what it means to be young

Let the rebels begin
Let the fire be started
We're dancing for the restless and the broken-hearted
Let the rebels begin
Let the fire be started
We're dancing for the desperate and the broken-hearted
Let the rebels begin...(Tonight is what it means to be young...)
Let the fire be started...(Before you know it it's gone...)
We're dancing for the restless and the broken-hearted
Let the rebels begin
Let the fire be started
We're dancing for the desperate and the broken-hearted

Say a prayer in the darkness for the magic to come
No matter what it seams
Tonight is what it means to be young
Before you know it it's gone
Tonight is what it means to be young
Before you know it it's gone

I've got a dream when the darkness is over
We'll be lying in the rays of the sun
But it's only a dream and tonight is for real
You'll never know what it means
But you'll know how it feels
It's gonna be over (over)
Before you know it's begun

It's all we really got tonight
Stop your cryin' hold on (tonight)
Before you know it it's gone (tonight)
Tonight is what it means to be young
Tonight is what it means to be young...

The things they say
And then the things they do
Nothin's gonna stop us if our dream is true...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E ELA TOMAVA CERVEJA...

E ambos queriam chegar a algum lugar. A algum lugar. Ambos. Ambos. Ele? Ela? Os dois. E ambos tomavam cerveja. Muita. Muita e muita e muita. E sorriam e gritavam e comemoravam. Como sempre. As usual. Muita cerveja. Muito amor. Paixão. Amizade. E ele mal sabia onde ela estava. Mal sabia. Mas ambos queriam chegar a algum lugar. A algum lugar. Ambos. Ambos. Ele? Ela? Os dois. Apenas os dois. Apenas os dois... E ela apenas tomava cerveja. Ele? Também... Também...

NÃO SÃO TEMPOS COMO QUAISQUER OUTROS

OUÇA:  spang sisters || king prawn the 1st Ela jogou o livro de lado irritada, ajeitou os cabelos tortos pela cama e levantou-se. Aflita. Ela estava aflita e sem paciência. Nenhuma paciência. Andou de um lado ao outro do quarto procurando algo para pensar, algo para tocar, algo para lembrar, algo para fazer. Não pensou em nada ou, infelizmente, pensou sim tão logo percebeu o baú cor de palha encostado junto a parede. Lembrou das dezenas de fotos e bilhetes e bobagens que estavam ali guardadas. Pensou em abri-lo e considerou que esta seria uma boa ideia. Aproximou-se do baú e percebeu o que estava prestes a fazer. Parou brusca e riu da própria tolice em achar que as velhas lembranças podiam ajudar, ainda que em desespero. Não, nada que lembrasse aquela pessoa poderia ser bom naquele momento - considerou. Culpou o tédio pela burrice. Voltou a si. Sorriu e agradeceu a sei lá quem por ter voltado ao seu juízo normal a tempo. Saiu do quarto. Foi em direção a
DISCOS DE VINIL NÃO SALVAM VIDAS? - Discos de vinil não salvam vidas - Bia sentenciou, profana e canalha Nanda abriu os olhos em choque - Não? Como não? - Não, porra. Definitivamente, discos de vinil ou fitas cassete ou ipods ou seja lá o diabo, não salvam vidas. Não. - Você enlouqueceu? - disse Nanda. Bia sorriu um sorriso sinistro, triste, inadequado à felicidade. Adequado ao seu momento. - Claro que salvam. Se você não desistir de se matar ao ouvir Marvin Gaye e Tammi Terrell juntos e cantando apaixonadamente, então não sei o que mais pode te ajudar. - Nhá. Isso é para você, ingênua e esperançosa. - Se eu me fodesse, não me afogaria em etanol barato. Me afogaria em lágrimas ao som de um bom soul dos 60s. Estaria salva. - Que patético. - Você precisa de um choque de realidade. Um choque de vida. Você precisa de cores. = Vai começar. Já te disse para parar - pediu Bia. - Parar nada. Você precisa mesmo. De vida, porra. - Pára de encher. Você está me irritando - disse Bia. - Eu precis