16.7.18

FRIOS COMO O MAR


Frios.
Apenas frios.
Frios e distantes.
Distantes e azuis.
Muito.
Muito azuis.
Olhos azuis, longos e lindos.
Mas frios.
Frios como o mar.
Lacônicos.
Como o mar.
Como o mar.
E naquela mesa do Clube Varsóvia ele apenas percebia isto.
Entre uma tragada e outra.
Apenas os lindos olhos azuis e frios.
Dando adeus.
Apenas dando adeus.
Apenas adeus.
Frios.
Olhos azuis, longos e lindos.
Frios.
Frios como o mar.
Como o mar.
Olhos azuis, longos e lindos.
Mas frios.
Frios como o mar.
Um adeus.
Apenas isso.
Um adeus.
Deve ser amor.
E dor.
Muita dor.
Muita dor e muito adeus.
Muito adeus...



Nenhum comentário: